set 17 2010

A reconstrução dos muros de Jerusalém

“E os que passavam blasfemavam dele, dizendo: se és Filho de Deus, desce da cruz.” (Mt.27:40)

“Estou fazendo uma grande obra, de modo que não poderei descer: porque cessaria esta obra…?” (Ne.6:3)


Apenas lendo estes dois versículos acima, podemos perceber a relação que existe entre a obra que Neemias realizou e a obra do Senhor Jesus Cristo para a salvação do mundo.

Resumindo a história de Neemias, até o capítulo em questão (cap.06), vemos que Neemias, servo de Deus, copeiro do rei Artaxerxes, foi movido de íntima compaixão pela sua cidade Jerusalém. Esta cidade foi sitiada por Nabucodonosor, rei da Babilônia (IIRe.25), o qual arrombou a cidade, matando a muitos, derrubou seu muro, queimou suas portas e os restantes sofriam grande desprezo e miséria. Triste notícia chegou aos ouvidos de Neemias, o qual se assentou e chorou sobremaneira (Ne.1:4). Neemias então, em nome de todo o povo de Israel, ora ao Senhor, fazendo confissão dos pecados dos filhos de Israel. Propõe no seu coração ir a Jerusalém. Depois de Deus dar-lhe graça diante do rei Artaxerxes, foi até a cidade a fim de ver seu estado. Mas desde o início seu desejo era, com a ajuda dos filhos de Israel, reconstruir o muro de Jerusalém. Chega o dia em que Neemias desperta o seu povo dizendo: “vinde pois e reedifiquemos o muro de Jerusalém, e não estejamos mais em opróbrio.”(Ne.2:17) E apesar de Neemias ter sido tentado a desanimar por três homens, a saber: Tobias, Sambalate e Gesém, ele permaneceu firme e não voltou atrás. Realizou a grande obra, em nome do Deus de Israel, que se compadeceu do seu povo.

Jerusalém ficou quase totalmente destruída pelos caldeus. E quando Neemias, antes da reconstrução do muro, foi espiá-la e presenciar sua ruína, lembramos de dois versículos no livro dos Salmos: “Deus olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus. Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos: não há quem faça o bem, não há nenhum sequer.”(Sl.14:2,3) E também: “Em seus caminhos há destruição e miséria.”(Rm.3:16) Sim, a Jerusalém destruída representa a humanidade pecadora, que sem perceber sofre de grande ruína espiritual. O pecado traz a morte, e portanto o pecador precisa de salvação. Se todos somos pecadores, todos carecemos de salvação (Rm.3:23).

Neemias realizou uma grande obra para tirar Jerusalém de seu estado de miséria, e de cima daquele muro não cedeu às artimanhas dos inimigos e foi até o fim. Grandioso é o Senhor Jesus Cristo, que sendo Deus, se ofereceu numa cruz para expiar os pecados do mundo, cumprindo assim a grande obra da salvação! Ele também foi tentado a descer daquela sangrenta cruz. E Ele, apesar das ameaças e dos cravos em suas mãos e seus pés, estava sob o controle de tudo. Ele tinha o poder para descer da cruz, mas não o fez. Ele estava realizando uma grande obra. Aquelas palavras de Neemias – “não poderei descer” – podem ser vistas na obediência de Cristo, o qual “foi obediente até a morte, e morte de cruz.”(Fl.2:8) Ele mesmo disse: “Para isto vim a esta hora.”(Jo.12:27) Ele não desceu da cruz, foi para que você, crendo nEle como Salvador, pudesse ter vida, e vida eterna.

Sempre que Deus executa os Seus propósitos eternos, Satanás tenta impedir, mas sempre sem sucesso. Neemias enfrentou com coragem aqueles que lhe pediram para descer do muro. Até o Senhor Jesus, ao estar pendurado na cruz, foi tentado a descer da cruz. Mas os propósitos de Deus não podem deixar de se cumprir, pois Ele é Fiel. E saiba que Deus está te oferecendo vida eterna com Ele se você aceitar o Seu plano de amor, demostrado pela obra redentora de Cristo. Não continue sendo iludido por esse mundo perdido. Não permita que Satanás te impeça de alcançar a salvação de sua alma. Ele sabe que já está condenado e quer não quer ser atormentado sozinho. Reconheça que é um pecador e creia naquela GRANDE OBRA! Confie no Senhor Jesus Cristo.

“Todo aquele que nEle crê, tem a vida eterna.”(Jo.6:47)

Deixe um Comentário