maio 12 2011

O estado de tormento

“E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos” (Lucas 16:23)

É muito comum ouvirmos sobre um “lugar melhor” esperando por aqueles que partem desta vida. Qualquer pessoa consciente da existência e eternidade da alma, em são juízo, deseja gozar de paz e alegria depois da morte. Contudo a vasta maioria ignora ou rejeita a clara e incontestável verdade bíblica sobre a existência do inferno, um estado de tormento, além-túmulo, criado e preparado para Satanás, seus demônios e para todos aqueles que deixam este mundo sem a salvação de Deus.

O versículo citado no início desta mensagem está inserido no contexto de uma história contada pelo Senhor Jesus Cristo, comumente conhecida como a “parábola do rico e lázaro”. Mas esta história não é totalmente uma alegoria! Digamos que se trata de um fato verídico de personagens e características ilustrativas. Há uma clara indicação de que o Senhor Jesus desejou alertar os judeus, descententes de Abraão, para a realidade do inferno. Os “ricos” na Bíblia normalmente representam aqueles que confiam em si mesmos (leia Apocalipse 3:17) e não reconhecem sua miséria espiritual e sua necessidade de Deus. E está claro que o Senhor Jesus não somente queria alertar os judeus descrentes, mas a você também, o qual precisa igualmente se preocupar com a eternidade da sua alma.

O inferno é uma realidade! Os seguintes versículos testificam da existência e realidade de um eterno estado de tormento:

“Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará.” (Mateus 3:12)

“Onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga.” (Marcos 9:44)

“E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.” (Mateus 25:46)

O rico da história morreu e ergueu os olhos, estando em tormentos. Os olhos que se fecham neste mundo sem salvação se abrirão em tormentos! Os mesmos olhos que neste mundo olharam para baixo, para as coisas desta vida (Filipenses 3:19), erguer-se-ão em tormentos eternos. Olharão para cima, mas será tarde demais. Aquele rico está em tormentos até este presente instante, e sofrerá para todo o sempre! Ele não foi para o inferno por possuir riquezas, mas por ser um pecador que morreu sem o perdão dos seus pecados, pois confiou que suas obras (ou até mesmo suas riquezas) “comprariam” um lugar no céu. Assim como muitos judeus pensavam e pensam que irão para o céu por terei a Lei e serem descendentes de Abraão, incontáveis almas hoje estão caminhando a passos largos para a perdição, achando sinceramente que suas “bondades” os levarão à presença de Deus.

Lázaro, o mendigo da história, não está no paraíso hoje porque neste mundo foi “pobre e sofredor”. Ele está representando todos aqueles que não tem nada a oferecer a Deus! Fala dos que reconhecem sua miséria espiritual, não encontram alimento verdadeiro e nem um lugar neste mundo. Lázaro até hoje está gozando da presença de Deus (representado pelo “seio de Abraão”) no paraíso. O Senhor Jesus não veio chamar os que pensam ser justos, mas Ele veio chamar os pecadores ao arrependimento (Mateus 9:13). Ele veio para os pobres, aleijados, mancos e cegos (Lucas 14:13,21), espiritualmente falando. Todos são pecadores, e precisam urgentemente se arrepender e confiar em Jesus Cristo como Único e Suficiente Salvador, antes que seja tarde demais.

“Quem crê nEle não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do Unigênito Filho de Deus” (João 3:18)

Prezado leitor, qual será teu estado de alma quando seus olhos se abrirem após a sua morte? Você estará em tormentos no inferno ou em gozo eterno na presença de Deus?

4 Comentários em “O estado de tormento”

  • Grace Kelly Escreveu:

    Aqueles que confessam a Cristo como único Senhor e Salvador e têm plena certeza da salvação, não perecerão e não viverão em eterno tormento, porque Cristo veio para salvar a todos e só através dEle poderemos ter vida eterna, descanso e alívio. Não existe felicidade maior que ter a certeza que iremos estar na glória com o Pai e receber tudo o que Ele tem preparado para nós. Graça e paz para todos.

  • maria gómez Escreveu:

    gracias por esta revelación. Es la verdad, el infierno es real. Muchas falacias lo niegan y nos engañan. El ateismo es autonegación y esta es condenación. La soberbia de muchos no debe hacer temblar nuestro amor por El Salvador, El es el único que salva nadie se salva a sí mismo.

Deixe um Comentário