ago 20 2011

Independência E morte

“Porque Ele (Deus) livrará ao necessitado quando clamar, como também ao aflito e ao que não tem quem o ajude. Compadecer-se-á do pobre e do aflito, e salvará as almas dos necessitados.” (Salmo 72:12,13)

A célebre frase “INDEPENDÊNCIA OU MORTE”, conhecida como o “Grito da Independência”, pronunciada por D. Pedro I e ensinada anualmente nas escolas infantis, não condiz com a verdade em sua essência. Aquele grito, o qual maquiou a real intenção de Portugal, foi uma espécie de “grito eleitoreiro”, pois de forma alguma o Brasil ficou realmente livre da coroa  portuguesa. Mas também é verdade que aquela frase, guiada por D. Pedro I, também foi o clamor do povo! É a mais pura verdade que aquele grito expressa o que está no coração da humanidade.

O desejo de ser indendente arde no coração do homem. O filho, o qual não nasceu pronto, não vê a hora de não depender mais dos seus pais. A mulher tem odiado a idéia de depender do seu marido, pois isso a faz sentir-se por baixo e ser simplesmente uma dona de casa lhe soa como uma grande humilhação. O marido não quer dar satisfação à sua mulher sobre suas ações. O empregado não quer depender do patrão. O patrão não quer depender do governo nem pagar seus impostos, ainda que fossem menos onerosos. A sociedade não quer ficar refém das autoridades constituídas. Enfim, aquele grito, ouvido do Ipiranga às margens plácidas, tem sido o grito e o clamor do mundo: EU NÃO DEPENDO DE NINGUÉM! EU SOU INDEPENDENTE! Mas de onde vem este desejo? O que Deus diz a respeito em Sua bendita Palavra?

A arrogância e a soberba do homem não lhe permite enxergar o quanto ele é dependente e necessitado de Deus. Ele prefere acreditar que todos somos provenientes de uma grande explosão no Universo e na diabólica teoria da evolução em vez de confiar que DEPENDEU do Criador para vir à existência. O homem foi formado do pó da terra e DEPENDEU de Deus para que lhe fosse soprado em suas narinas o fôlego de vida. Deus é quem dá ao homem e tira do homem o fôlego de vida, como está escrito:

“Se lhes tiras o fôlego, morrem, e voltam para o seu pó” (Salmo 104:29)

Se eu posso escrever esta mensagem e se você a pode estar lendo, é porque temos sido sustentados pelo Criador. O homem é um ser totalmente dependente, carente e necessitado de Deus, aceite ele isso ou não. Preste bastante atenção aos versículos seguintes:

“Pois Ele mesmo é quem dá a todos a vida, e a respiração, e todas as coisas; E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra,… porque nEle vivemos, e nos movemos, e existimos” (Atos 17:24-28)

Deus, Ele sim, é Quem não depende absolutamente de nada nem de ninguém! Deus não tem que nos dar qualquer satisfação, pois Ele é perfeitamente Auto-suficiente. Quem foi antes dEle ou quem lhE deu conselhos?

“Porque, quem compreendeu a mente do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a Ele, para que lhE seja recompensado?” (Romanos 11:34,35)

Acreditar que o homem pode ser um ser independente, alguém que não necessita de nada nem de ninguém, é o mesmo que acreditar que ele pode ser como ou igual a Deus. A queda da humanidade, na ocasião em que o primeiro pecado entrou no mundo, deu-se exatamente por este fato. Inicialmente isso aconteceu céu, quando Satanás, o pai da mentira, desejou ser semelhante ao Altíssimo, mas caiu e já está condenado. Posteriormente, na Terra, Satanás levou o homem a cair no mesmo engano da soberba. A tentação de serem “como Deus”, levou Adão e Eva a desobedecerem ao Criador, caindo em desgraça e ruína, de modo semelhante ao enganador. Desde então o homem se encontra morto em ofensas e pecados, sendo assim carente e DEPENDENTE de Deus para a salvação da sua alma.

“Porque todos pecaram e CARECEM da glória de Deus” (Romanos 3:23)

Não existe ninguém que seja independente. Você e todos nós, assim como tudo quanto existe, dependemos totalmente de Deus! Somos todos carentes da graça e misericórdia do Senhor. Insistir neste sentimento perverso e enganoso de “independência” fará com que você permaneça no caminho da morte e condenação eterna. Mesmo que você rejeite o fato de estar morto em seus pecados, você precisa de Deus para continuar respirando e se alimentando:

“Porque (Deus) faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.” (Mateus 5:45)

Ainda que você morasse em um palácio, e tivesse o mundo “aos seus pés”, você é necessitado e pobre aos olhos de Deus. Não me refiro às necessidades materiais, pois a Bíblia não diz que os ricos irão para o inferno, e os pobres para o céu. Deus coloca a todos os homens como necessitados de salvação, carentes da glória de Deus, dependentes do Senhor tanto para sua vida na Terra quanto para a salvação da sua alma. Sem Deus você não é nada e nem ninguém!

“Eis que as nações são consideradas por ele como a gota de um balde, e como o pó miúdo das balanças; eis que Ele levanta as ilhas como a uma coisa pequeníssima. Todas as nações são como nada perante Ele; Ele as considera menos do que nada e como uma coisa vã” (Isaías 40:15-17)

Antes tivesse você a mesma compreensão de um bebê ou uma criança, a qual chora quando está com fome, assim como depende em tudo dos seus pais para sobreviver. Se você reconhecer que é um pecador perdido, necessitado e carente de salvação, saiba que Deus está pronto (como o primeiro versículo desta mensagem afirma) para livrar a sua alma da ruína eterna. Os Seus ouvidos estão abertos para lhe ouvir e Suas mãos estão estendidas para que lhe salvar (Isaías 59:1).

Para lhe socorrer em alguma necessidade física ou material, pode até ser que alguém da sua família ou algum grande amigo lhe sirva de auxílio, mas para você ir para o céu, você depende unicamente do que Deus fez, por meio do Seu Filho Jesus Cristo, como está escrito:

“Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16)

A morte de Cristo no Calvário é a maior prova de nossa dependência de Deus. É a prova do amor de Deus para conosco, sendo nós ainda pecadores (Romanos 5:8). Se Deus não providenciasse um Caminho para o céu, todas as almas humanas estariam perdidas para sempre.

Você reconhece que é um pecador perante Deus? Então arrependa-se! Reconhece que é um necessitado de salvação e está aflito por esta causa? Deus é Aquele que se compadece do aflito e salva as almas dos necessitados. Confie em Jesus Cristo como teu Único e TODO SUFICIENTE Salvador, para que tenha o gozo e a certeza da vida eterna. Não dependa de você para ir ao céu, pois esse sentimento de indendência te levará à morte, pois você é um pecador. Venha a Cristo AGORA!

Deus está pronto para te perdoar! Ó pecador é fatal rejeitar de Deus o livre perdão!

Um Comentário em “Independência E morte”

  • José Heraldo Martins Escreveu:

    Vale a pena ler e ouvir a palavra de Deus porque “Toda a palavra de Deus è pura;escudo é para todos os que confiam nele” (Leia Proverbios 30:05) e “Bem-aventurado aquele que lê,e os que ouvem as palavras desta profecia,e guardam as coisas que nela estão escritas;porque o tempo esta próximo” (Leia Apocalipse 1:3)

Deixe um Comentário