ago 14 2015

Salvação Imediata

Salvação Imediata“Então, chegando-se a ela, tomou-a pela mão, e levantou-a; e IMEDIATAMENTE a febre a deixou, e servia-os” (Marcos 1:31)

“E LOGO se lhe secou a fonte do seu sangue; e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal” (Marcos 5:29)

“E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E LOGO viu, e seguiu a Jesus pelo caminho” (Marcos 10:52)

“Jesus disse-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda.
LOGO aquele homem ficou são; e tomou o seu leito, e andava” (João 5:8,9)

Milhões de pessoas estão se esforçando para merecer o céu, como se estivessem em um processo de salvação. Querem ser melhores a cada dia, seguindo suas crenças ou princípios e acreditando que, quando morrerem, Deus irá avaliar suas obras para decidir se serão ou não dignos da vida eterna. Mas infelizmente estão sendo arrastados para o lago de fogo, sem se darem conta do perigo em que estão.

A Bíblia nos deixa claro que a salvação de Deus não é um processo, mas um milagre, uma ação sobrenatural, um ato único operado por Deus na vida do pecador, de uma vez por todas. A salvação de Deus é vida eterna recebida por aquele que está morto; é a conversão daquele que está no fácil e rápido caminho para o inferno; é o perdão judicial daquele que está no banco dos réus, condenado pelo pecado; é a libertação da escravidão do pecado e de Satanás.Os quatro versículos citados no início desta mensagem esclarece o que temos afirmado. Trata-se de quatro acontecimentos, quando o Senhor Jesus Cristo curou enfermos ou deficientes, manifestando assim tanto o Seu poder quanto a Sua compaixão. Em cada um dos eventos, vemos que a cura foi imediata! Pela palavra e poder do Senhor, a febre altíssima que estava acometendo a sogra de Simão Pedro a deixou imediatamente. A mulher que sofria de emorragia durante doze anos teve seu sangue imediatamente estancado. A visão do cego chamado Bartimeu foi logo aberta. Por fim, um homem paralítico há trinta e oito anos logo se levantou. Em nenhum destes milagres, houve melhora gradativa do mal que aquelas pessoas estavam sofrendo. O Senhor Jesus não iniciou qualquer “processo de cura” em nenhum daqueles que foram tocados pelo Seu poder, antes cada um daqueles foram imediatamente curados.

O Senhor Jesus mandou avisar a João, o batista, na ocasião em que este estava preso: “Os cegos vêem, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho” (Mateus 11:5). Este versículo é chave para compreendermos a relação entre as curas efetuadas por Cristo e a salvação das almas humanas. Cada uma das enfermidades registradas nos Evangelhos, curadas milagrosamente pelo Senhor Jesus, possuem uma aplicação espiritual direta. Cada uma delas são figuras da maior enfermidade que tem assolado a humanidade: O PECADO. Sim, é o pecado que faz com que os homens sejam cegos (não podem ver a glória de Deus), coxos (não podem andar nos caminhos de Deus), leprosos (imundos perante um Deus Santo e Puro), surdos (não ouvem a voz de Deus) e mortos (o salário do pecado).

Com reverência afirmamos que Cristo não veio para ser conhecido como um curandeiro, muito menos Ele enviou Seus discípulos para fazerem marketing com o Seu poder. Isso é engano de Satanás, que procura sempre saciar a cobiça do coração orgulhoso e avarento dos homens sem Deus. A Palavra de Deus afirma que Cristo veio ao mundo para dar a Sua vida para salvar as almas humanas da condenação eterna no lago de fogo.

O Senhor Jesus completa aquele notícia: “… e aos pobres é anunciado o evangelho” (Mateus 11:5). Os “pobres” são aqueles que reconhecem sua miséria espiritual e impossibildade de oferecer qualquer coisa a Deus pela sua salvação. Somente esses tem tido condições de ouvir o Evangelho de Cristo. Se um pecador está cheio de si mesmo, tomado pela soberba e orgulho, acreditando que é bom ou capaz de alcançar um lugar no céu pelos seus méritos, este dificilmente dará ouvidos ao Evangelho.

Para que uma alma seja salva da ruína do pecado, ela precisa dar crédito ao Evangelho. Esta mensagem gloriosa, Boas-Novas ao mundo perdido em seus pecados, é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê (Romanos 1:16). O Evangelho declara todo o homem culpado perante o Santo Deus, digno e merecedor da condenação eterna, mas também proclama a todos que só em Cristo há salvação! O Salvador foi enviado da glória dos céus ao mundo, a fim de morrer na cruz no nosso lugar. Assim, Deus pode salvar perfeitamente a todo aquele que, arrependido, chega-se a Ele por meio do Seu Filho. O Senhor Jesus promete: “Todo aquele que crê em mim, tem a vida eterna” (João 6:47).

Preste bastante atenção! O Senhor Jesus não disse “terá a vida eterna”, mas “tem a vida eterna”. É uma salvação imediata! Deus salva imediatamente o pecador que, arrependido, crê no Senhor Jesus como Único e Suficiente Salvador. O pecador que é salvo, de cego, passa a ver o reino de Deus, com os olhos da fé. A lepra do seu pecado é purificada. Agora ele pode ouvir a voz de Deus e fazer a Sua vontade. O salvo por Cristo não mais entrará em condenação, mas passou da morte para a vida (João 5:24).

Prezado amigo leitor, você não pode evoluir nem melhorar aos olhos de Deus. Você está morto em seus pecados, cego, coxo, imundo e surdo para Deus. Continuando a acreditar que sua salvação é um processo, e que seus esforços te tornarão merecedores da vida com Deus, você deixará esse mundo e abrirá seus olhos em sofrimento eterno. Todavia saiba que Deus te ama infinitamente e quer te salvar, AGORA, imediatamente, antes que lhe seja tarde demais. Arrependa-se e creia no Único que pode te salvar: Jesus Cristo, o Salvador do mundo.

“Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo” (Atos 16:31)

Um Comentário em “Salvação Imediata”

Deixe um Comentário