nov 21 2012

Esse mundo não presta

“Quantos trabalhadores de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome!” (Lucas 15:17)

Deus conhece os corações. Ele sabe perfeitamente quando um pecador está arrependido dos seus pecados e deseja a salvação da alma. Conhecendo aqueles que sentem o pesado fardo do seu pecado e clamam por perdão e salvação, confiando unicamente no Senhor Jesus como Salvador, Deus mesmo vai ao seu encontro, como o pai daquele filho pródigo arrependido.

Esta mensagem evangelística, em vídeo, foi anunciada na Conferência Bíblica realizada em Pirassununga-SP no dia 15/11/12, entregue por Salomão Gabriel, servo de Deus que reúne na cidade de São José dos Campos. Continue lendo





-->

jun 1 2012

Preciso dizer-te isso

Posso nunca conhecer-te pessoalmente, mas há alguma coisa que eu quero dizer-te.  É tão importante que eu seria cruel se não te dissesse, porém é tão simples que o podes ler em poucos minutos.  É tão vital que pode mudar completamente teu futuro, mas é disponível para ti sem qualquer custo.  Essa é uma mensagem de que podes não gostar; entretanto nunca serás capaz de esquecê-la.  E queira acreditar ou não, te afetará na vida e na morte. Antes de tudo, deixe-me destacar que essa mensagem é absolutamente verdadeira, porque é Deus que a diz.  Quando Deus faz uma declaração, podes aceitá-la, porque Ele não pode mentir.

Quando Deus faz uma promessa, podes descansar sobre ela, porque Suas promessas nunca podem falhar.  Deus não te obrigará a crer nesta mensagem – isto é tua escolha – mas Ele te responsabilizará por tê-la ouvido. Então, deixe-me dizer-te francamente que esta é uma mensagem pessoal para ti.  Tu não podes escapar dela.  Ela te leva a uma decisão.  És obrigado escutar esta mensagem.  Ela é uma exata citação da Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada:

“Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16) Continue lendo





-->

fev 8 2011

O perdão dos pecados

Há pouco dias um amigo me disse: “Tenho sofrido muito nesta vida, e ainda estou sofrendo, mas nada disto me abala. Pelo contrário, estou feliz, pois sei que estou pagando pelos meus pecados”.

Fiquei abismado! Como pode um homem inteligente, num país abençoado como o Brasil, onde há liberdade para ler e estudar a Bíblia, viver em tamanho engano?

Meu amigo, porém, não está sozinho. É um fato triste que a maioria das pessoas não sabe como ter o perdão dos pecados. Mais alarmante ainda é o fato que muitos nem estão preocupados! Não sentem culpa alguma, nem a necessidade de procurar perdão. Esquecem, ou ignoram, que “Deus pede conta do que passou” (Ecl.3:15). Continue lendo





-->

nov 7 2010

Arrepender-se pra que?

“Arrependei-vos” (Marcos 1.15b)

O dicionário Aurélio define arrepender-se como “Sentir mágoa ou pesar por falta ou erro cometido. Mudar de procedimento, de parecer, de pensamento”. Você tem motivos para arrepender-se? Já cometeu algum erro que o levasse a ter esse profundo sentimento? Já experimentou um arrependimento sincero e profundo?

Recentemente soubemos de um acidente automotivo em que um homem perdeu sua esposa e seu filho bem pequeno. O relato do acidente informa que aquele homem realizou uma ultrapassagem arriscada em uma estrada extremamente perigosa e apesar de sua esposa pedir para que ele não  realizasse a ultrapassagem, ele a fez mesmo assim. Nestes dias de luto que sucederam o acidente, o sentimento deste homem é de puro ARREPENDIMENTO. Não somente lágrimas, mas profundo arrependimento por ter tomado aquela atitude. Continue lendo





-->

out 18 2010

Não coma com os porcos


“…alegremo-nos; porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido e foi achado” (Lc.15:24)

Talvez seja esta uma das parábolas mais conhecida da Bíblia, da qual muitos até mesmo se valem para representar situações diversas. Mas o Senhor quer nos mostrar, através desta parábola, a verdadeira condição do homem diante dEle: morte e perdição.

Resumindo esta parábola, conta-se de um certo homem que tinha dois filhos. O mais novo pede a sua parte da fazenda, vende-a e vai para longe. Gasta tudo o que tinha com os prazeres desta vida (pródigo = esbanjador) até o dia em que acabou todos os seus recursos Continue lendo





-->