ago 20 2011

Independência E morte

“Porque Ele (Deus) livrará ao necessitado quando clamar, como também ao aflito e ao que não tem quem o ajude. Compadecer-se-á do pobre e do aflito, e salvará as almas dos necessitados.” (Salmo 72:12,13)

A célebre frase “INDEPENDÊNCIA OU MORTE”, conhecida como o “Grito da Independência”, pronunciada por D. Pedro I e ensinada anualmente nas escolas infantis, não condiz com a verdade em sua essência. Aquele grito, o qual maquiou a real intenção de Portugal, foi uma espécie de “grito eleitoreiro”, pois de forma alguma o Brasil ficou realmente livre da coroa  portuguesa. Mas também é verdade que aquela frase, guiada por D. Pedro I, também foi o clamor do povo! É a mais pura verdade que aquele grito expressa o que está no coração da humanidade.
Continue lendo