nov 29 2010

O pai da mentira

Leia Isaías 14:12-15 e Ezequiel 28:12-19

“E conhecereis a VERDADE, e a verdade vos libertará” (João 8:32)

“Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da MENTIRA” (João 8:44)

Em um determinado momento na história da criação de Deus, um anjo de luz iniciava uma rebelião no céu contra Deus, Seu Criador. A rebelião, a qual é considerada por Deus tal como a feitiçaria (I Samuel 15:23), motivada pelo orgulho e soberba, fez com que o Senhor expulsasse do céu a “estrela da manhã” e, juntamente com ela, uma parte considerável dos seres angelicais. Sendo cheio de sabedoria, perfeito em sua formosura e caminhos, elevou-se o seu coração, desejando subir acima das mais altas nuvens e ser semelhante ao Altíssimo! Aquele que disse “a minha glória, pois, a outrem não darei (Isaías 42:8) não podia permitir isto e, assim, agindo santidade e justiça, Deus expulsou aquele anjo do céu. Continue lendo





-->

out 27 2010

Uma dívida, um pagamento

“Ora, àquele que faz qualquer obra não lhe é imputado o galardão segundo a graça, mas segundo a dívida.” (Rm.4:4)

De acordo com as Sagradas Escrituras, todo o homem é devedor a Deus. E sua dívida não pode ser paga. Sendo todo o homem pecador (Rm.3:23), não há quem possa purificar seu pecado, não há como oferecer algo a Deus em troca do seu perdão. A dívida para com Deus é impagável, é caríssima, e todos os recursos humanos se esgotariam antes (Sl.49:8).

Como então o homem, o qual não pode pagar sua dívida para com Deus, pode ir para o céu? É aqui que a palavra “perdão” deve ser compreendida. É exatamente o que Deus quer dar ao homem: o perdão dos seus pecados, o perdão da sua dívida.
Continue lendo





-->

out 18 2010

Não coma com os porcos


“…alegremo-nos; porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido e foi achado” (Lc.15:24)

Talvez seja esta uma das parábolas mais conhecida da Bíblia, da qual muitos até mesmo se valem para representar situações diversas. Mas o Senhor quer nos mostrar, através desta parábola, a verdadeira condição do homem diante dEle: morte e perdição.

Resumindo esta parábola, conta-se de um certo homem que tinha dois filhos. O mais novo pede a sua parte da fazenda, vende-a e vai para longe. Gasta tudo o que tinha com os prazeres desta vida (pródigo = esbanjador) até o dia em que acabou todos os seus recursos Continue lendo





-->

out 13 2010

É impossível se esconder

“E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?” (Gn.3:9)

Esta pergunta feita a Adão deve soar ao coração de cada um de nós, sempre. É uma pergunta amorosa feita pelo Senhor Deus ao homem, não pelo fato dEle não saber a resposta, mas tão somente porque Ele quer nos ouvir. Deus bem sabia onde estava Adão naquela ocasião, em que entrou o pecado no mundo, mas queria ouvir da sua própria boca onde ele se encontrava.
Deus está te perguntando: ONDE ESTÁS? Talvez você responda que está em sua casa, ou no trabalho, ou na escola, mas certamente que Deus não está querendo saber a sua localização física. Ele quer que respondamos a Ele onde nós nos encontramos espiritualmente! E quer uma resposta sincera. Continue lendo





-->

out 6 2010

Valoroso porém leproso

Para melhor compreensão desta mensagem, favor ler II Reis 5:1-19.

A história de Naamã nos faz lembrar daquela em que um leproso foi purificado pelo Senhor Jesus (se quiser ler a mensagem referente a esta passagem, clique aqui).

Naamã, como diz a Escritura, era chefe do exército do Rei da Síria. Homem valoroso diante do Rei. E assim está escrito a seu respeito: “e era este varão homem valoroso, porém leproso“. Apesar de tudo o que representava diante dos homens, assim como diante de si mesmo, ele possuía uma grave e mortal doença em sua época: a lepra. Continue lendo





-->

set 29 2010

Não fique do lado de fora

“Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta e apertado o caminho que leva a vida, e poucos há que a encontrem.” (Mat.7:13,14)

Não nos resta dúvida que está implícito nestes versículos a verdade que diz que sempre o caminho certo é o mais difícil. Mas o Senhor Jesus não está tratando aqui meramente de ações certas e erradas, mas como Ele mesmo mencionou, Ele quer nos falar de condenação e salvação.

Duas são as portas e dois são os caminhos. Continue lendo





-->

set 24 2010

A tempestade apaziguada

“Ó Senhor, Tu dominas o ímpeto do mar. Quando as suas ondas se levantam, Tu as fazes aquietar.”(Salmo 89:23)

“Mas que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?”(Mateus 8:27)

Nesta mensagem temos o propósito de manifestar a divindade do Senhor Jesus e que Ele está sempre pronto para salvar a todos os que confiam nEle.

O primeiro versículo nos deixa claro que o Deus Criador de todas as coisas é Aquele que tem o total controle sobre os fenômenos da natureza, como – por exemplo – uma tempestade no mar. Ele criou, ele controla. Ele criou, Ele domina. O fenômenos da natureza não são regidas por eles mesmos, pois nenhum deles mostra o seu poder sem o controle dAquele que as criou. Continue lendo





-->

set 22 2010

Vivos-mortos no Éden

Com o pecado Adão e Eva morreram espiritualmenteCertamente uma vez em nossas vidas ouvimos ou lemos sobre a história de Adão e Eva, os primeiros seres humanos que habitaram na terra, como nos relata as Escrituras. No princípio, aquele casal gozava da presença de Deus, mas deliberadamente preferiram estar longe dEle.

Inicialmente criou Deus a Adão do pó da terra, e da costela deste formou a Eva. Isso não é conto de fadas! Foi exatamente isso que aconteceu, pois toda a Bíblia confirma este acontecimento singular. O homem foi criado para viver eternamente. O Senhor Deus deu uma ordem para o homem, e se ele fosse infiel e desobediente, certamente morreria (Gên. 2:17; 3:3). E foi justamente isso que aconteceu, Adão e Eva pecaram contra o Senhor e morreram. Continue lendo





-->

set 20 2010

Paz com Deus

“Sendo pois justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo.”(Rm.5:1)

Paz! Oh que palavra singular! Todos aqueles que estão em seu juízo perfeito desejam paz. As aflições deste mundo têm provocado tristeza e amargura em muitos, e há aqueles que se alegram nos prazeres e alegrias deste mundo, mas tudo não passa de uma falsa paz, a qual distrai o entendimento humano para que não veja e desfrute da paz verdadeira, da paz com Deus.

Você tem paz, amigo leitor? Se a resposta for sim, diga consigo mesmo, o que é que tem produzido tal paz em sua vida? É a paz proveniente de Deus? Se não, digo-lhe com amor que essa paz não é a paz verdadeira e você está se enganando. Todos, inclusive você, precisam da paz com Deus. Continue lendo





-->

set 10 2010

Preste atenção ao que Deus diz

Preste atenção ao que Deus diz

“Para os homens é impossível; contudo não para Deus, porque para Deus tudo é possível” (Marcos 10:27)

“Então disse Deus a Noé… Estou para derramar águas em dilúvio sobre a terra” (Gênesis 6:13,17)


“Disse Deus”. Essa é o tema central desta mensagem.

Uma declaração de Deus deveria ser suficiente para nós. É bastante difícil para a razão humana entender como e por quê ocorreu o dilúvio, mas dizer que o mesmo não aconteceu é insensatez. Muitas pessoas simplesmente não aceitam a idéia de que um dilúvio de tamanhas proporções, como o descrito na Bíblia, possa ter acontecido. Mas “disse Deus”, e isso basta. Deus sempre cumpre Seus decretos, independente da razão humana. Continue lendo





-->