jul 6 2012

O primeiro pecado

“Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. E contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo” (Isaías 14:14,15)

O primeiro pecado da criação de Deus não aconteceu na Terra; ocorreu no céu! E não foi um pecado exposto, declarado abertamente, mas apenas Deus conheceu sua origem. Este pecado surgiu no coração de um anjo de luz, onde somente a visão do Onisciente pode penetrar. Continue lendo

-->

ago 5 2011

Tornando-se um filho de Deus

“Vós tendes por pai ao diabo e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira” (Jo 8:44)

O início da citação deste versículo no Evangelho de João era para assustar a qualquer um. Digo “era” porque há pessoas no mundo que brincam, dão gargalhadas e zombam daqueles que lhes dizem esta palavra; palavra esta, dita pelo Senhor Jesus Cristo. Vale a pena transcrevermos o versículo por completo:

O amigo pode verificar a passagem e notará que o Senhor Jesus Cristo disse isto aos judeus; judeus que diziam ser filhos de Abraão. Podemos tomar ensino aqui para nós: não importa se a pessoa tem uma determinada religião (religião não livra ninguém da condenação eterna) e não importa se tem algum conhecido, parente ou familiar salvo; pois todos nascemos com uma natureza pecaminosa e sendo assim pecamos contra Deus; e digo mais: todos pecamos e este é o nosso desejo natural (de pecar contra Deus). Mas, por que este é o nosso desejo? Continue lendo

-->

nov 29 2010

O pai da mentira

Leia Isaías 14:12-15 e Ezequiel 28:12-19

“E conhecereis a VERDADE, e a verdade vos libertará” (João 8:32)

“Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da MENTIRA” (João 8:44)

Em um determinado momento na história da criação de Deus, um anjo de luz iniciava uma rebelião no céu contra Deus, Seu Criador. A rebelião, a qual é considerada por Deus tal como a feitiçaria (I Samuel 15:23), motivada pelo orgulho e soberba, fez com que o Senhor expulsasse do céu a “estrela da manhã” e, juntamente com ela, uma parte considerável dos seres angelicais. Sendo cheio de sabedoria, perfeito em sua formosura e caminhos, elevou-se o seu coração, desejando subir acima das mais altas nuvens e ser semelhante ao Altíssimo! Aquele que disse “a minha glória, pois, a outrem não darei (Isaías 42:8) não podia permitir isto e, assim, agindo santidade e justiça, Deus expulsou aquele anjo do céu. Continue lendo

-->