ago 30 2015

Tudo está sendo gravado

Tudo está sendo gravado“Pelo que, ainda que te laves com salitre e amontoes sabão, a tua iniquidade estará gravada diante de mim, diz o Senhor Jeová” (Jeremias 2:22)

“Mas eu vos digo que de toda palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no Dia do Juízo” (Mateus 12:36)

“Porque o Filho do Homem virá na glória de seu Pai,  com os seus anjos; e, então, dará a cada um segundo as suas obras” (Mateus 16:27)

Está confirmado pelas Escrituras Sagradas. É um fato incontestável que cada pecado cometido está e estará sendo gravado no céu, diante do Todo-Poderoso. Veja que até mesmo uma palavra ociosa, proferida pelo homem, há de ser julgada no dia da prestação de contas de Deus com os pecadores, chamado de “Dia do Juízo”, quando Ele dará a cada um conforme as suas obras.
Continue lendo





-->

jan 8 2015

Marco Polo

Marco Polo“Os olhos do SENHOR estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons” (Provérbios 15:3)

Marco Polo não é um nome fictício. Ele realmente existiu. Em 1271, mais de duzentos anos antes de Colombo descobrir América, três homens fizeram uma viagem longa. Eram Marco Polo, seu Pai Niccolo, e seu tio, Maffeo. Partiram da Veneza, na Itália e viajaram por grande parte do mundo. Foram para o Irã, para o Afeganistão e para a Mongólia, perto da China. Viajaram 12.000 km.

Marco Polo tomou nota de tudo que via. Escreveu sobre petróleo que vinha do chão que poderia servir de combustível. Viu árvores com “nozes” do tamanho da cabeça dum homem. Viu riqueza e luxúria tal qual ninguém na Europa tinha visto. Em 1295 os Polos chegaram em casa com jóias e riquezas que ajuntaram nas viagens. Em 1298, Marco Polo foi convencido a escrever sobre as viagens. O título do livro era “A Descrição do mundo”. Relatou muito sobre uma parte do mundo que ninguém na Europa tinha visto. Continue lendo





-->

nov 3 2010

Uma visão do futuro

“E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.” (Apoc.20:11-15)

O futuro traz fascínio para o mundo. O passado traz-nos apenas lembranças e todos sabemos que não podemos voltar no tempo para modificar qualquer segundo. Já o futuro desperta a curiosidade no coração do homem, fazendo-o a gastar suas energias em função de alguma expectativa do porvir. Quem não gostaria de saber exatamente o que lhe acontecerá amanhã, no próximo mês ou ano? Quem é aquele que não anela por uma “janela aberta” para o futuro, revelando-o tudo que está para acontecer? Previsões, prognósticos, projeções, especulações, adivinhações, planos e metas, etc. A sede pelo futuro está no coração humano, todavia a única e verdadeira fonte de verdade acerca do futuro tem sido sumariamente ignorada e rejeitada: a Bíblia! Deus nos revela, pelas sagradas Escrituras, exatamente o que acontecerá no porvir. Continue lendo





-->