maio 12 2011

O estado de tormento

“E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos” (Lucas 16:23)

É muito comum ouvirmos sobre um “lugar melhor” esperando por aqueles que partem desta vida. Qualquer pessoa consciente da existência e eternidade da alma, em são juízo, deseja gozar de paz e alegria depois da morte. Contudo a vasta maioria ignora ou rejeita a clara e incontestável verdade bíblica sobre a existência do inferno, um estado de tormento, além-túmulo, criado e preparado para Satanás, seus demônios e para todos aqueles que deixam este mundo sem a salvação de Deus.

O versículo citado no início desta mensagem está inserido no contexto de uma história contada pelo Senhor Jesus Cristo, comumente conhecida como a “parábola do rico e lázaro”. Mas esta história não é totalmente uma alegoria! Digamos que se trata de um fato verídico de personagens e características ilustrativas. Há uma clara indicação de que o Senhor Jesus desejou alertar os judeus, descententes de Abraão, para a realidade do inferno. Os “ricos” na Bíblia normalmente representam aqueles que confiam em si mesmos (leia Apocalipse 3:17) e não reconhecem sua miséria espiritual e sua necessidade de Deus. E está claro que o Senhor Jesus não somente queria alertar os judeus descrentes, mas a você também, o qual precisa igualmente se preocupar com a eternidade da sua alma. Continue lendo

-->