Você é salvo?

“Certamente a palavra da cruz é loucura para os que perecem, mas para nós que somos salvos é o poder de Deus” (I Coríntios 1:18)

As palavras citadas acima são da Bíblia Sagrada. São divinamente inspiradas. A sua mensagem é clara e fácil de entender. O que é difícil é aceitá-la! Esta dificuldade, porém, não está no texto; está nas nossas idéias. O que Deus afirma neste versículo contradiz o que nós queremos acreditar e achamos difícil admitir que estamos errados. Note bem que Deus fala aqui de duas classes de pessoas: as que se perdem e as que são salvas. Observe, também, que as pessoas salvas sabem que são salvas. Porém, em nossos dias, o povo pensa de maneira diferente. Acham que ninguém pode saber se é salvo ou não. Ao mesmo tempo, não querem pensar que esteja perdido, e daí, a dificuldade que já mencionamos. Ela nasce de uma falta de conhecimento da Palavra de Deus ou da recusa em aceitar o que Deus diz. Continue lendo

0

O perdão dos pecados

Há pouco dias um amigo me disse: “Tenho sofrido muito nesta vida, e ainda estou sofrendo, mas nada disto me abala. Pelo contrário, estou feliz, pois sei que estou pagando pelos meus pecados”.

Fiquei abismado! Como pode um homem inteligente, num país abençoado como o Brasil, onde há liberdade para ler e estudar a Bíblia, viver em tamanho engano?

Meu amigo, porém, não está sozinho. É um fato triste que a maioria das pessoas não sabe como ter o perdão dos pecados. Mais alarmante ainda é o fato que muitos nem estão preocupados! Não sentem culpa alguma, nem a necessidade de procurar perdão. Esquecem, ou ignoram, que “Deus pede conta do que passou” (Ecl.3:15). Continue lendo

0

A pesca que nunca houve…

Há duas pescas maravilhosas registradas na Bíblia; uma em Lucas capítulo 5 e outra em João capítulo 21. Ainda há, porém, nas entrelinhas de Lucas 5:1-11, uma terceira; a pesca que nunca houve…

O Senhor ordenou a Pedro: “Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar”. Os discípulos haviam pescado a noite inteira, mas em vão; “nada apanhamos”, eles disseram. Mesmo assim, porém, tiveram fé suficiente para obedecer ao Senhor, e lançaram as redes. Ou melhor, lançaram a rede!

A diferença pode parecer pequena, mas é fundamental! A ordem foi para que lançassem as redes (versículo 4). Não crendo que pegariam algum peixe, Pedro respondeu: “Lançarei a rede” (versículo 5), e foi assim que fizeram (versículo 6). Pegaram muitos peixes; mas imagine quantos poderiam ter pescado se tivessem lançado mais redes! Continue lendo

0

Arrepender-se pra que?

“Arrependei-vos” (Marcos 1.15b)

O dicionário Aurélio define arrepender-se como “Sentir mágoa ou pesar por falta ou erro cometido. Mudar de procedimento, de parecer, de pensamento”. Você tem motivos para arrepender-se? Já cometeu algum erro que o levasse a ter esse profundo sentimento? Já experimentou um arrependimento sincero e profundo?

Recentemente soubemos de um acidente automotivo em que um homem perdeu sua esposa e seu filho bem pequeno. O relato do acidente informa que aquele homem realizou uma ultrapassagem arriscada em uma estrada extremamente perigosa e apesar de sua esposa pedir para que ele não  realizasse a ultrapassagem, ele a fez mesmo assim. Nestes dias de luto que sucederam o acidente, o sentimento deste homem é de puro ARREPENDIMENTO. Não somente lágrimas, mas profundo arrependimento por ter tomado aquela atitude. Continue lendo

0

É impossível se esconder

“E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?” (Gn.3:9)

Esta pergunta feita a Adão deve soar ao coração de cada um de nós, sempre. É uma pergunta amorosa feita pelo Senhor Deus ao homem, não pelo fato dEle não saber a resposta, mas tão somente porque Ele quer nos ouvir. Deus bem sabia onde estava Adão naquela ocasião, em que entrou o pecado no mundo, mas queria ouvir da sua própria boca onde ele se encontrava.
Deus está te perguntando: ONDE ESTÁS? Talvez você responda que está em sua casa, ou no trabalho, ou na escola, mas certamente que Deus não está querendo saber a sua localização física. Ele quer que respondamos a Ele onde nós nos encontramos espiritualmente! E quer uma resposta sincera. Continue lendo

0

A tempestade apaziguada

“Ó Senhor, Tu dominas o ímpeto do mar. Quando as suas ondas se levantam, Tu as fazes aquietar.”(Salmo 89:23)

“Mas que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?”(Mateus 8:27)

Nesta mensagem temos o propósito de manifestar a divindade do Senhor Jesus e que Ele está sempre pronto para salvar a todos os que confiam nEle.

O primeiro versículo nos deixa claro que o Deus Criador de todas as coisas é Aquele que tem o total controle sobre os fenômenos da natureza, como – por exemplo – uma tempestade no mar. Ele criou, ele controla. Ele criou, Ele domina. O fenômenos da natureza não são regidas por eles mesmos, pois nenhum deles mostra o seu poder sem o controle dAquele que as criou. Continue lendo

0

Vivos-mortos no Éden

Com o pecado Adão e Eva morreram espiritualmenteCertamente uma vez em nossas vidas ouvimos ou lemos sobre a história de Adão e Eva, os primeiros seres humanos que habitaram na terra, como nos relata as Escrituras. No princípio, aquele casal gozava da presença de Deus, mas deliberadamente preferiram estar longe dEle.

Inicialmente criou Deus a Adão do pó da terra, e da costela deste formou a Eva. Isso não é conto de fadas! Foi exatamente isso que aconteceu, pois toda a Bíblia confirma este acontecimento singular. O homem foi criado para viver eternamente. O Senhor Deus deu uma ordem para o homem, e se ele fosse infiel e desobediente, certamente morreria (Gên. 2:17; 3:3). E foi justamente isso que aconteceu, Adão e Eva pecaram contra o Senhor e morreram. Continue lendo

0

Paz com Deus

“Sendo pois justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo.”(Rm.5:1)

Paz! Oh que palavra singular! Todos aqueles que estão em seu juízo perfeito desejam paz. As aflições deste mundo têm provocado tristeza e amargura em muitos, e há aqueles que se alegram nos prazeres e alegrias deste mundo, mas tudo não passa de uma falsa paz, a qual distrai o entendimento humano para que não veja e desfrute da paz verdadeira, da paz com Deus.

Você tem paz, amigo leitor? Se a resposta for sim, diga consigo mesmo, o que é que tem produzido tal paz em sua vida? É a paz proveniente de Deus? Se não, digo-lhe com amor que essa paz não é a paz verdadeira e você está se enganando. Todos, inclusive você, precisam da paz com Deus. Continue lendo

0

Tão clara como a água

“Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram.”(Rm.5:12)

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o Dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.”(Rm.6:23)

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não veio de vós, é Dom de Deus; não vem das obras para que ninguém se glorie.”(Ef.2:8,9)

O tema desta mensagem se refere ao Evangelho. Assim como a água é transparente, assim também é a mensagem do Evangelho. É a mensagem vinda dos altos céus, da parte de Deus, a qual está resumida nos três versículos citados acima.

Percebemos no primeiro versículo Continue lendo

0

A parábola dos dez talentos

“Bem está bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu Senhor…Mau e negligente servo; tirai-lhe pois o talento e dai-o ao que tem dez talentos. Lançai pois o servo inútil nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.” (Mat.25:23-30)

Esta parábola faz parte do sermão profético do Senhor Jesus Cristo. Por ser de conteúdo profético, fala do que ainda está para acontecer.

O Senhor Jesus conta a história de um senhor que Continue lendo

0