O Servo Perfeito

Nos capítulos 13 a 17 de João encontramos o ministério particular do Senhor Jesus aos Seus discípulos. Em um contexto de despedida, pois voltaria para o Pai, o Senhor Jesus se preocupa com a permanência dos Seus discípulos no mundo, ministrando-lhes suas últimas palavras antes de ser levantado no madeiro. Inicialmente, em ato simbólico (antiga prática de responsabilidade dos escravos), o Senhor Jesus lava os pés dos Seus discípulos, dando-lhes o perfeito exemplo de servidão, sendo Ele mesmo o Senhor.

Neste estudo, última publicação da Conferência realizada em Gama-DF, entre os dias 05 e 08 de Março de 2011, Liseu Martino Altoé, o qual reúne na igreja de Deus que está em Sta. Cruz das Palmeiras-SP, serve aos santos verdades preciosas contidas em João capítulo 13, onde encontramos aquele que é o Senhor e Mestre agindo como um escravo, em benefício dos Seus discípulos. Ele deixou o exemplo, para que eles e todos os crentes fizessem o mesmo.

“Qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, seja vosso servo” (Mt.20:27)

Nas duas últimas partes deste estudo ouvimos sobre o traidor, Judas Iscariotes, e por fim o anúncio da negação de Pedro. Continue lendo

0

A tempestade apaziguada

“Ó Senhor, Tu dominas o ímpeto do mar. Quando as suas ondas se levantam, Tu as fazes aquietar.”(Salmo 89:23)

“Mas que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?”(Mateus 8:27)

Nesta mensagem temos o propósito de manifestar a divindade do Senhor Jesus e que Ele está sempre pronto para salvar a todos os que confiam nEle.

O primeiro versículo nos deixa claro que o Deus Criador de todas as coisas é Aquele que tem o total controle sobre os fenômenos da natureza, como – por exemplo – uma tempestade no mar. Ele criou, ele controla. Ele criou, Ele domina. O fenômenos da natureza não são regidas por eles mesmos, pois nenhum deles mostra o seu poder sem o controle dAquele que as criou. Continue lendo

0