A pesca que nunca houve…

Há duas pescas maravilhosas registradas na Bíblia; uma em Lucas capítulo 5 e outra em João capítulo 21. Ainda há, porém, nas entrelinhas de Lucas 5:1-11, uma terceira; a pesca que nunca houve…

O Senhor ordenou a Pedro: “Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar”. Os discípulos haviam pescado a noite inteira, mas em vão; “nada apanhamos”, eles disseram. Mesmo assim, porém, tiveram fé suficiente para obedecer ao Senhor, e lançaram as redes. Ou melhor, lançaram a rede!

A diferença pode parecer pequena, mas é fundamental! A ordem foi para que lançassem as redes (versículo 4). Não crendo que pegariam algum peixe, Pedro respondeu: “Lançarei a rede” (versículo 5), e foi assim que fizeram (versículo 6). Pegaram muitos peixes; mas imagine quantos poderiam ter pescado se tivessem lançado mais redes! Se o Senhor mandou que lançassem todas as redes, é porque havia peixes em quantidade suficiente para enchê-las todas. Naquele dia houve uma pesca maravilhosa; mas poderia ter havido uma pesca ainda mais impressionante, se todas as redes fossem lançadas!

Quantas vezes deixamos de ver o Senhor operando por causa da nossa pouca fé. Quando muito, lançamos uma pequena rede ao mar, só para não falar que não fizemos nada. Quantos peixes poderíamos pescar, se tão somente crêssemos! Que o Senhor Jesus nos ensine a jamais limitar o Seu poder. Se crermos, veremos grandes coisas que Ele fará por nóe e em nós. Se, todavia, formos incréduos, nossas vidas serão como a pesca que nunca houve; poderia ter sido agradável a Deus e útil ao Seu povo. Poderia…

Por W.J.Watterson

0

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.